Pesquisar

Envie sua imagem


Você tem interesse em enviar um caso para divulgação? Siga a orientação abaixo. BRAVS Image: plataforma para publicação de uma imagem em alta qualidade e breve legenda de 2 a 5 frases resumindo o caso.

Entrada Inválida
Entrada Inválida
Entrada Inválida
Entrada Inválida
Entrada Inválida

*Segure a tecla "Ctrl" para selecionar mais de uma tag.

Entrada Inválida
Congresso - Foz do Iguaçu - 2018

ANS publica novo Rol de Procedimentos 2018. Confira!

BRAVS News - Vitrectomy in high myopia: a narrative review - Veja esse e outros artigos
BRAVS NEWSLETTER
emm1
Bem-vindo a BRAVS Newsletter!
 
Ela tem como objetivo ser mais um canal de comunicação, utilizando como veículo o e-mail dos associados para trazer as novidades mais relevantes postadas no novo portal da SBRV/BRAVS, e traz também resumos de artigos científicos relevantes. A Newsletter da BRAVS é mais um canal aberto visando aumentar a interação dos sócios com o nosso portal e valorizar o papel do associado em nossa sociedade.
SELEÇÃO DE ARTIGOS
Inverted Internal Limiting Membrane Flap Technique for Treatment of Macular Hole Retinal Detachment in Highly Myopic Eye  
Vitrectomia via pars plana com flap de MLI invertida (16 olhos, grupo invertido) ou com a remoção completa da MLI (16 olhos, grupo flap removido) foi realizada em pacientes com alta miopia com descolamento retiniano por buraco macular. Foi comparada a taxa de sucesso cirurgico e o fechamento do BM, a acuidade visual melhor corrigida e a integridade foveal vista por OCT.  Treze olhos (81%) no grupo invertido e 15 olhos (93%) no grupo removido apresentaram a retina reaplicada após a cirurgia inicial. O BM foi fechado significativamente mais frequentemente no grupo invertido (75%) do que no grupo removido (25%, P = 0,006). A acuidade visual pós-operatória melhor corrigida foi significativamente melhor no grupo invertido (P = 0,04). O número de olhos com camada nuclear externa, membrana limitante externa e linhas de zona elipsoide no BM fechado não foi significativamente diferente nos dois grupos. O estudo conclui que a técnica de flap de MLI invertido é efetiva em fechar BM e melhorar a acuidade visual pós operatória em olhos com DR secundário a BM.
Autores: Takahashi, Hiroyuki; Inoue, Makoto; Koto, Takashi; Itoh, Yuji; Hirota, Kazunari; Hirakata, Akito.
RETINA Logo
LEIA +
Twelve-Month Efficacy of Intravitreal Bevacizumab Injection for Chronic, Atypical, or Recurrent Central Serous Chorioretinopathy
O estudo objetivou avaliar a eficácia da injeção intravítrea de bevacizumab (IVB) para o tratamento de coriorretinopatia serosa central crônica, atípica ou recorrente. Dados clínicos de 77 olhos de 71 pacientes com CSC crônica, atípica ou recorrente tratados com IVB foram analisados retrospectivamente. Após a administração inicial de IVB a cada 6 semanas até que nenhum fluido subretiniano permanecesse na fóvea, foram administradas IVB adicionais conforme necessário, com base em resultados de tomografia de coerência óptica.
A acuidade visual melhor corrigida melhorou significativamente em pacientes com CSC crônica e recorrente, em todos os tempos analisados (todos P <0,05), mas não em pacientes com CSC atípica. A redução da espessura retiniana foi significativa em todos os subgrupos durante o período de seguimento (P <0,05). O estudo conclui que a IVB conforme necessário foi eficaz para reduzir a espessura retiniana em pacientes com CSC crônica, atípica ou recorrente e para melhorar a visão em CSC crônica ou recorrente durante o período de seguimento de 1 ano. 
Autores: Chung, Yoo-Ri; Kim, Jong Wan; Song, Ji Hun; Park, Aram; Kim, Min Ho. 
RETINA Logo
LEIA +
Intraocular Pressure Changes After Dexamethasone Implant In Patients With Glaucoma And Steroid Responders
Este estudo retrospectivo conduzido na India acessou as mudanças na PIO após implante de dexametasona (DEX)  em pacientes com glaucoma ou história de elevação da PIO após uso de esteróides. Um total de 815 pacientes, 767 pacientes no grupo sem glaucoma e 48 pacientes no grupo referido com glaucoma, que foram submetidos a implante DEX, foram incluídos neste estudo.
Houve um aumento significativo da PIO em ambos os grupos (P <0,001). Entre os pacientes que apresentaram aumento da PIO, 46,43% apresentaram elevação máxima da PIO no seguimento de 1 semana e 39% no seguimento de 2 semanas, e 78,6% apresentaram controle da PIO com 1 medicação antiglaucoma. O estudo conclui que a maioria dos picos de PIO em pacientes com glaucoma que recebem DEX ocorre em até 2 semanas e são facilmente controlados com o uso tópico de hipotensores, de modo que o implante de DEX poderia ser utilizado mesmo em pacientes portadores de glaucoma.
Autores: Srinivasan, Rekha; Sharma, Unnati; George, Ronnie; Raman, Rajiv; Sharma, Tarun; for the Sankara Nethralaya Vitreoretinal Study Group (SNVR Study Group). 
RETINA Logo
LEIA +
Development of a New Tissue Injector for Subretinal Transplantation of Human Embryonic Stem Cell Derived Retinal Pigmented Epithelium
Este artigo descreve os resultados preliminares de um novo injetor de tecido para implantação sub-retiniana de um substrato ultrafino não absorvível semeado com epitélio de pigmento retiniano derivado de células embrionárias humanas (hESC-RPE). Foi realizado modelo animal com 12 mini-porcos. 
O injetor de tecido necessitou de uma esclerotomia de 1,5 mm e uma retinectomia de 1,0-1,5 mm. As imagens de SD-OCT e o exame histológico revelaram que os substratos foram colocados precisamente no espaço subretiniano e que a monocamada de células hESC-RPE continuou a cobrir a superfície do substrato após o procedimento cirúrgico. O estudo conclui que este injetor de tecidos foi efetivo em entregar tecido ao espaço subretiniano, minimizando trauma cirurgico, complicações e inflamação pós-operatória.
Autores: Rodrigo A. Brant Fernandes, Francisco R. Stefanini, Paulo Falabella, Michael J. Koss, Trent Wells, Bruno Diniz, Ramiro Ribeiro, Paulo Schor, Mauricio Maia, Fernando M. Penha, David R. Hinton, Yu-Chong Tai and Mark Humayun.
IJRV LOGO
LEIA +
Consensus Definition for Atrophy Associated with Age-Related Macular Degeneration on Oct: Classification of Atrophy Report 3
Um painel de especialistas de retina, experts em interpretação de imagens de reading centers, histologistas e engenheiros ópticos se reuniram para desenvolver um consenso sobre a terminologia e critério para se definir atrofia baseada em OCT em casos de degeneração macular relacionada à idade.
O OCT foi proposto como padrão de referência ou método de imagem base para diagnosticar e estagiar a atrofia. Outros métodos, incluindo autofluorescência, reflectância próximo ao infravermelho e retinografia colorida, forneceram informações complementares. Reconheceu-se que a atrofia dos fotorreceptores pode ocorrer sem a atrofia do epitélio do pigmento da retina (EPR) e que a atrofia pode sofrer uma evolução de diferentes estágios. 4 termos foram propostos: EPR completo e atrofia da retina externa (cRORA), EPR incompleto e atrofia da retina externa, Atrofia da retina externa completa e atrofia da retina externa incompleta. Foram propostos critérios OCT específicos para o diagnóstico de cRORA: (1) uma região de hipertransmissão de pelo menos 250 μm de diâmetro, (2) uma zona de atenuação ou desrupção do EPR de pelo menos 250 μm de diâmetro, (3) evidência de degeneração de fotorreceptores no local e (4) ausência de ruptura de EPR. Os autores concluem afirmando que validação longitudinal será necessária para validar estes novos termos.
Autores: Srinivas R. Sadda, Robyn Guymer, Frank G. Holz, Steffen Schmitz-Valckenberg, Christine A. Curcio, Alan C. Bird, Barbara A. Blodi, Ferdinando Bottoni, Usha Chakravarthy, Emily Y. Chew, Karl Csaky, Ronald P. Danis, Monika Fleckenstein, K. Bailey Freund, Juan Grunwald, Carel B. Hoyng, Glenn J. Jaffe, Sandra Liakopoulos, Jordi M. Monés, Daniel Pauleikhoff, Philip J. Rosenfeld, David Sarraf, Richard F. Spaide, Ramin Tadayoni, Adnan Tufail, Sebastian Wolf, Giovanni Staurengh
logo-oph
LEIA +
BRAVS NOVIDADE  🔎
BRAVS Image Bank
emm-news-11-1
Veja mais!
IMPORTANTE! 
emm-news-11-2
Acesse agora o artigo
ANS publica novo Rol de Procedimentos 2018
A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) publicou em 08/11/17 o novo Rol de Procedimentos de cobertura obrigatória que entrará em vigor a partir de 02/01/18.  O novo Rol inclui importantes avanços no tratamento das doenças coroido-retinianas:
- Mudança na Diretriz de Utilização (DUT) de tratamento ocular quimioterápico com antiangiogênico para DMRI, eliminado critérios que dificultavam a indicação e continuação do tratamento 
- Ampliação de cobertura do tratamento ocular quimioterápico com antiangiogênico incluindo o edema macular diabético, o edema macular secundário a oclusão de veia central da retina e o edema macular secundário a oclusão de ramo da veia central da retina, todos com DUT.
As alterações refletem as discussões junto ao Comitê Permanente de Regulação da Atenção à Saúde (COSAÚDE) incluindo a participação de representantes da SBRV, do CBO e da AMB.  
 
Acesse agora o novo Rol de procedimentos 2018 
emm1

Parceiros

Bayer
Novartis

Contato

11 3262.3587

atendimento@sbrv.org.br

Alameda Santos, 1343 - sala 408 | Jardim Paulista São Paulo/SP


Acesse sua conta.

Não consigo acessar. Clique Aqui